Desenho Urbano, Engajamento, Estratégia Urbana

Programa Cicloviário da USP

Projeto funcional da rede cicloviária para todo o Campus da USP em São Paulo, considerando planos, projetos e estudos já existentes; projeto de infraestrutura cerca de 18 km de infraestrutura cicloviária de adequação viária, contendo sinalização vertical, horizontal e de alterações geométricas.
  • Ano
    2015
  • Local
    São Paulo - SP
  • Cliente
    Prefeitura do Campus da USP
  • Status
    Em implantação

Projeto de localização e dimensionamento das estações para bicicletas compartilhadas; localização e dimensionamento de paraciclos; e diretrizes para equipamentos de apoio (bicicletários e polo ciclístico).

A Cidade Universitária Armando Sales de Oliveira da Universidade de São Paulo – CUASO USP, localizada na região do Butantã, no município de São Paulo, e conta com cerca de 100 mil usuários diários. Através do Programa Campus Sustentável, lançado pela Prefeitura do Campus, buscou-se diminuir as emissões de poluentes e o consumo de combustíveis, além de humanizar o espaço da Cidade Universitária. O projeto do Sistema Cicloviário e de Empréstimo de Bicicleta do CUASO encontra-se no eixo de Gestão Funcional Urbana deste programa, e tem o objetivo de criar oportunidades para o uso da bicicleta como meio de transporte. O trabalho levou em consideração os estudos e planos já existente a respeito do transporte cicloviário no local.

Todas as vias do campus tem potencial e demanda para uso por bicicletas, considerando as longas distâncias entre as unidades e as diversas possibilidades de conexões. Além disso, o desenho das vias atuais incita altas velocidades pelos veículos. Desta forma, o sistema cicloviário foi traçado considerando a maior abrangência das vias do Campus, incluindo os caminhos conectam as vias às unidades. Com isso, buscou-se dar segurança porta-a-porta, atendendo aos ciclistas já existentes e atraindo novos ciclistas.

Localização dos equipamentos propostos
Mapa geral do Projeto Cicloviário
Tipologias utilizadas e detalhe de sinalização
Detalhe executivo do projeto na rotatória
Detalhe de cruzamento priorizando o ciclista
  • 63 mil pessoas impactadas
  • Área 4,2 km²
  • Melhoria da qualidade de vida e meio ambiente
  • Indução de transformação urbana
  • Democratização do acesso à cidade
  • Acessibilidade universal e segurança viária
  • Mitigação dos aspectos negativos do trânsito
A rede projetada busca estabelecer conexões por todo o Campus, não somente nas vias principais, intervindo o mínimo possível no sistema viário existente.

Desta forma, pretende-se atender à demanda atual de usuários de bicicleta e criar condições adequadas para atrair a demanda reprimida, dentro de um processo gradual de mudança nos paradigmas de mobilidade urbana. Assim, estima-se que a implantação do sistema completo contemplaria imediatamente 4,5 mil ciclistas diários, e poderia atrair até 35 mil novos ciclistas. Além disso, o sistema, por organizar o sistema viário, trará benefícios na mobilidade como um todo, e proporcionará maiores conexões entre as unidades.

Produtos Desenvolvidos:
Ciclofaixa concluída
Cruzamento concluído
Rotatória concluída